Barreiro a Pedal
 
Forum modificado por:
 
Bem Vindos

 

Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
» podem apagar ja foram vendidas
Seg 08 Jun 2009, 05:17 por npreguica

» Corratec Superbow Race(1) - Team(2) Corratec Revolution Race(1)
Ter 10 Fev 2009, 15:02 por Neves

» Faz falta Entretenimento.
Qua 04 Fev 2009, 10:42 por Luis Quarenta

» Agenda Cultural para o Distrito de Setúbal 2009
Qua 28 Jan 2009, 12:51 por Admin

» Vendo Quadro BH susp. total
Qua 28 Jan 2009, 04:59 por Mescal

» Caminhada pelos trilhos de Monsanto 14-Fevereiro-2009
Sex 23 Jan 2009, 06:11 por Admin

» Como ajudar a proteger o ambiente
Seg 19 Jan 2009, 01:12 por Luis Quarenta

» Teatro no Barreiro
Sab 17 Jan 2009, 13:29 por Admin

» História da Bicicleta
Sab 17 Jan 2009, 11:50 por VoltaaPedal

» Vamos lá a assinar...
Qui 15 Jan 2009, 16:00 por Luis Quarenta

» Hi5 do Barreiro a Pedal
Sab 10 Jan 2009, 04:31 por Luis Quarenta

» Oceanário de Lisboa
Dom 04 Jan 2009, 03:31 por Luis Quarenta

» Quarteto ARTEMSAX
Sex 12 Dez 2008, 02:26 por Admin

» Animação de Natal no Barreiro
Sex 05 Dez 2008, 11:16 por Admin

» Bicicleta de estrada BH
Qui 04 Dez 2008, 12:01 por Ricardo

Galeria


Outubro 2018
DomSegTerQuaQuiSexSab
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031   

Calendário Calendário

Número de Visitantes

BARREIRO ROCKS 2008

Ir em baixo

BARREIRO ROCKS 2008

Mensagem  pedro b. em Qua 12 Nov 2008, 03:01







Das solarengas e sombrias terras da Terra Mãe chega a inspiração para o festival Barreiro Rocks 2008. O intrépido explorador Vieira vai-nos apresentar, no fim-de-semana de 14 e 15 de Novembro o resultado das suas caçadas. Quem vem ao Barreiro Rocks, morre. Sempre.
Na Selva Barreirense já foram caçados animais de grande porte como Gallon Drunk, Billy Childish, Black Lips, Deadly Snakes, Lost Sounds, Parkinsons, inclusive um perigoso Homem-Tigre. Este ano, são apresentados à civilização novas espécies, a saber:

Dia 14 de Novembro:

22h Murdering Tripping Blues
O nome Murdering Tripping Blues define-se por si mesmo. A energia e emoção de um crime passional, estados alterados de consciência e a alma enlameada pelo blues. O projecto vai beber às águas lamacentas do Mississipi, ao crime, ao sexo, à rebeldia, a tudo o que nasce do impulso, da libertação. Henry Leone Johnson liberta-se nas guitarras e voz, Johnny Dynamite na bateria e Mallory Left Eye teclas e voz.
Com "Knocking At The Backdoor Music", album editado este ano, vêm ajudar-nos a perceber porque é que, em Portugal, o rock'n'roll continua vivo e de boa saúde.


http://www.myspace.com/murderingtrippingblues

23h Juanita y Los Feos
Formaram-se em 2004, em Madrid e, desde aí, Juanita Y Los Feos, seguindo as melhores práticas "do it yourself", influenciados pelos volumes Teenage Shutdown (60's punk) e por bandas pioneiras do synth-punk (Screamers, Devo), conseguiram, com grandes canções e concertos explosivos, afirmar-se no circuito rock espanhol, e não só. Depois de se estrearem no Barreiro em 2005 e da digressão de 2007, Juanita (voz), Fa Feo (guitarra), Angelito (baixo), Aníbal (teclas) e Rafa (bateria), regressam este ano para que entendamos melhor como é que se tornaram uma das bandas referência da editora norte-americana Dead Beat Records, por quem viram o seu álbum editado.
Mais maduros, rodados, vão ser uma das grandes bandas do Barreiro Rocks 2008. Venga!


http://www.myspace.com/juanitaylosfeos

00h The Act-Ups
Nascidos em 2001, os Act-Ups acabam de lançar o seu terceiro longa-duração "Play the old psychedelic sounds of today", do qual extraíram o single "Alive Again". Já com um longo historial de concertos por toda a Península Ibérica, o som do colectivo liderado por Nick Nicotine (Nicotine's Orchestra, The Ballyhoos) é caracterizado por rock'n'roll, garage com laivos de soul e punk. As melodias e canções, essas, já mereceram o epíteto de "clássicos da Pop-Rock portuguesa", mas é em palco que ganham a força que se espera nisto dos bons concertos de rock.


http://www.myspace.com/actups

01h Os Pontos Negros
A fechar a primeira noite do festival temos os Pontos Negros, a última sensação de um rock cantado em português, melhor, de bom rock cantado em português. Formados em 2005, orgulhosos descendentes da "Cena de Queluz" que já nos trouxe tantas e tão boas bandas como Os Lacraus, Comboio Fantasma ou Ninivitas, os irmãos Jónatas e David (Bateria e guitarra) juntamente com Lipe (Guitarra) e Silas (Orgão) editam em 2008 o seu primeiro longa-duração "Magnífico Material Inútil", um disco cheio de canções perfeitas, produzido por Tiago Guillul, que teve como primeiro single "Conto de Fadas de Sintra a Lisboa". Diz-se deles que ao vivo são ainda melhores que em disco – aguardemos, então, ansiosamente o momento em que os magníficos quatro entrem em palco.


http://www.myspace.com/ospontosnegros

FESTA!!!!

02.30h Les Triple
Les Triple são um duo (mas parecem mais), são irmãos, são portugueses e são do cacete!
Nuno (guitarra e voz) e Rui Silva (bateria) não vêm de Akron, New York ou Detroit, vêm de Barroselas, Viana do Castelo. Como é apanágio do nosso festival, o melhor fica para o fim. Há quem diga que o melhor do Barreiro Rocks são as after-partys e é bem possível que este ano seja mesmo assim... outra vez.
Dia 14 de Novembro vamos conferir com os Les Triple!


http://www.myspace.com/lestriple


Dia 15 de Novembro:

22h Fast Eddie & The Riverside Monkeys
Ontem, numa grande superfície, comprei uma centrifugadora. Ali havia de tudo. A dez metros, num escaparate, cd's a granel, baratos. Aproveitei para comprar Tom Waits, Screamin' Jay Hawkins, Birthday Party, Howlin' Wolf, Gun Club. Corri até casa e, já instalado, a aparelhagem não funcionou…
Desolado, enfiei os cd's na centrifugadora e preparei um scotch, dois, três, meia-garrafa, e, esperei pelo (re)sumo. Passadas horas acordei com um riff de guitarra pegajoso e alguém berrando: "Baptize me in wine!".
No dia 15 de Novembro, a última do Barreiro Rocks 2008, começa assim: arrepiante.


http://www.myspace.com/fasteddienelson

23h Sonic Chicken 4
Depois dos Fatals e dos Magnetix a artilharia pesada francesa está, de novo, bem representada no Barreiro Rocks. Os franceses Sonic Chicken 4 vêm de Perpignan e são… 5: Nadia (guitarra, voz), Slaine (baixo), Chris the Fist (bateria), Billy Wrong (xilofone, harmónica, teclas, guitarra, voz), Nicolas D (guitarra, voz).
Com vários singles e um álbum editado em 2007 pela In The Red Records, os SC4 visitam assiduamente os Estados Unidos.
Definir o som dos SC4 não é fácil mas deixamos umas dicas… Jacques Dutronc meets Viva L'American Death Ray Music, Velvet Underground meets The Fatals, The Modern Lovers meets The Black Lips…


http://www.myspace.com/sonicchicken4

00h Howlin Rain
Com o cérebro dos Comets On Fire, Ethan Miller, (voz e guitarra), Ian Gradek (baixo), Garett Goddard (bateria), Mike Jackson (guitarra), Eli Eckert (guitarra) e Joel Robinow (voz, teclas, guitarra) os Howlin Rain vêm de Oakland , Califórnia, depois de uma bem sucedida digressão norte-americana com os Black Crowes, para nos demonstrarem porque são, reconhecidamente, os pontas-de-lança do novo psicadelismo.
Se com Magnificent Fiend, editado em 2008, atingem a excelência, as canções, a cada concerto, desafiam a eternidade.


http://www.myspace.com/howlinrain

01h Andre Williams and The Goldstars
Este ano, no Barreiro, há passadeira vermelha. Andre "Mr. Rhythm" Williams vai encerrar o Festival Barreiro Rocks.
Andre Williams nasceu em 1936, no Alabama. No início da década de 40 mudou-se para Chicago onde começou a cantar, em 1952, no coro de uma igreja.
Nas décadas de 50 e 60, "The Father of Rap" trabalhou para grandes editoras (Fortune, Motown, Chess), escreveu canções e produziu nomes como Ike Turner, Edwin Starr, Stevie Wonder, Alvin Cash & the Crawlers, The Contours, Mary Wells, Parliament, Funkadelic, Jesse James, The Spinners, The Dramatics, The Chi-Lites, e muitos mais. Depois de décadas de vida marginal e de esquecimento por parte da indústria musical, salvo colaborações esporádicas (ex: The Red Hot Chili Peppers), apareceu em grande nos anos 90 e com a ajuda de Mick Collins, Dan Kroha, Jon Spencer, Jack White, Greg Oblivian, entre muitos outros, não parou de editar por algumas editoras importantes (In The Red, Norton, Bloodshot, Pravda, SFTRI, etc.).
Com a sua popularidade em crescendo, foi exibido e premiado no 2008 SXSW Film Festival, o documentário Agile, Mobile, Hostile "A Year With Andre Williams".
Em Julho passado foi lançado o seu último disco "Can You Deal With It?".
Dia 15 de Novembro, teremos Andre Williams com os The Goldstars, numa data única na Europa.


http://www.myspace.com/68691228

FESTA!!!!

02.30h Los Santeros
Conjunto mítico do "under-desert" Mexicano, formado em 1977, LosSanteros invadiram a Europa faz agora, neste preciso minuto, 11 anos.
Nickie Santero; Chicken "Birdie" Joey e Fast "Eddie" Nelson, juntaram-se em Chihuahua, México, com uma única ideia na cabeça: Beber e tocar rock'n'roll – sempre por esta ordem.
Depois da morte de Fast Eddie, da apropriação indevida de todos os bens da banda por parte de Nick, e da descida vertiginosa de Chicken ao sub-mundo do álcool, droga e zoofilia, a banda reagrupou-se e decidiu permanecer em Portugal.
Los Santeros são art-surf; novo-riquismo-mariachi; slow-punk; death'n'roll pontilhista e a melhor desculpa do mundo para beber uns copos.



afro

pedro b.
GuGu DáDá

Mensagens : 8
Data de inscrição : 12/11/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: BARREIRO ROCKS 2008

Mensagem  Luis Quarenta em Qua 12 Nov 2008, 13:54

Ganda Maluco, affraid

Toma lá um abraço e deixa-me lá ler atentamente o Cartaz das "odisseias da rockalhada".


Cumps ao pessoal lá de casa. cheers
avatar
Luis Quarenta
Novice
Novice

Mensagens : 97
Data de inscrição : 12/11/2008
Idade : 48
Localização : Barreiro

Ver perfil do usuário http://barreiroapedal.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum